terça-feira, 19 de maio de 2009

Show do adeus no SBT

Por Miguel Arcanjo Prado

A dupla Edson & Hudson será atração da 11ª edição do programa musical "Uma Hora de Sucesso" (SBT), programada para ir ao ar no dia 6 de junho. A reportagem acompanhou a gravação, na última sexta-feira. O musical registra para a TV o show da última turnê dos irmãos, já que a separação tem data marcada: 31 de dezembro de 2009.

A ideia de participar foi da própria dupla. "Ligamos para o Magrão [o diretor Roberto Manzoni]. Quisemos nos despedir aqui, porque é um programa que mostra o artista como ele é. Vamos mostrar nosso show ao vivo na TV. É gratificante fazer esse show aqui nesse momento de separação", afirma Edson.

O diretor concorda com o caráter histórico da edição. "É importante ter registrado esse momento, essa turnê. É um registro que vai ficar para a história da música e da TV. E, se eles quiserem voltar sozinhos depois, as portas continuarão abertas aos dois", diz Magrão.

Brigas

Para Edson, a separação se dá por "incompatibilidade musical". Ele quer continuar com a pegada sertaneja, enquanto o irmão sonha em fazer do pop rock seu ganha-pão. "Lógico que, como somos irmãos, já brigamos várias vezes, mas o lance da separação é dar oportunidade para cada um fazer o que gosta", diz Edson.

"O que rola, na verdade, é um desgaste. Após quase 30 anos juntos, tem uma hora em que a relação fica complicada. Teve um momento em que os empresários e eu não estávamos mais batendo as mesmas ideias e, automaticamente, o Edson também não. Estava meio três contra um. Na última reunião, resolvemos que era melhor acabar, porque a coisa não estava bem, e isso estava transparecendo para as pessoas. Mas vimos que não seria legal deixar compromissos abertos, mesmo que já estivéssemos praticamente separados", afirma Hudson, dizendo fazer os últimos shows com boa vontade. "Quero mostrar o meu melhor." O irmão faz coro: "Não é aquela coisa: separou a dupla e o fã que se lasque".

Música com Pelé

Para começar com pé direito, Edson vai contar com ajuda de amigos. Ele conta que Ivete Sangalo é participação certa no disco solo, que terá até parceria com o rei do futebol. "Estou gravando uma música que compus com Pelé e meu parceiro Flavinho, que será tema da Copa de 2010: 'Sou Brasileiro'. É uma mistura muito louca de samba-enredo, sertanejo e country. O Pelé já colocou a voz. Tem tudo para ser sucesso." Hudson também adianta os primeiros passos do que será sua nova música. "Virei de country com a pegada roqueira de Aerosmith e Bon Jovi que sempre tive e pela qual sofri preconceito, porque não havia um roqueiro sertanejo. Hoje, sou respeitado. Quero fazer uma música que os fãs de Edson & Hudson gostem, mas que atinja novos públicos também.

A separação no auge do sucesso traz aos dois um sentimento de desafio. "Se vai dar certo, só o futuro poderá dizer", diz Hudson. "Acho que é arriscado, sim. Mas nunca tive medo de desafio. Já passamos por tanta coisa na nossa vida! Estou bem preparado", acrescenta Edson, que não descarta uma reaproximação com o irmão. "O dia de amanhã a gente não sabe... Quem sabe daqui a alguns anos vem o recomeço?"

Publicado em 19/5/2009, no "Agora São Paulo". Foto: Roberto Nemanis/SBT

Um comentário:

Moises Prado disse...

Carreiras solos. Infelizmente este seja provavelmente o maior mal q aflinge a musica brasileira em geral, ou seja, quando um determinado cantor ganha fama demais e repentina e se julga mais famoso q a banda, q a propria musica em si, quando ele auto julga q qualquer "coisa" q venha a cantar fará sucesso. Quase sempre o q vemos sao pessimas carreiras solos. Ha exceçoes, claro, mas normalmente é assim.