domingo, 31 de maio de 2009

Última chance

Este domingo (31) é o último dia para ver em São Paulo dois espetáculos que deram o que falar:

O primeiro é "Lúcio 80-30", escrito e dirigido por Lúcio Mauro Filho para homenagear seu pai, o grande comediante Lúcio Mauro. Outros dois filhos do ator participam da peça: Alexandre Barbalho e Luly Barbalho. Tudo se passa em um hospital onde Mauro convalesce, e o filho o convence a fazer uma peça em família. O texto e a direção são ruins, mas ver Lúcio Mauro, o pai, em cena vale a pena! Veja serviço.

O segundo que deixa Sampa é "7 - O Musical", uma espécie de versão moderninha e bastante surreal para a história de Branca de Neve. Da dupla competente Botelho & Möeller, a peça traz Rogéria em ótimo momento. Neste sábado, estive na plateia e, ao fim, ela foi a única do elenco que saiu para o hall do teatro Sérgio Cardoso para conversar com seus fãs. Diva com consciência. Veja serviço.

3 comentários:

Moises Prado disse...

Sem dúvida, Lúcio Mauro é peça rara!! Só a cara dele ja faz a peça ser engraçada!! rsrs...
Teatro, seja como for, é sempre bom e sempre se aprende algo novo!!
abraço

Alberto Pereira Jr. disse...

mentira que o 7 já vai sair de cartaz?
não pode gente!!!

Miguel Arcanjo Prado disse...

Moisés,
O Lucio é mesmo uma peça. O espetáculo vale por ele.

Alberto, pois é, o 7 ficou tão pouquinho, né? É que a Aventura, a produtora do musical, não conseguiu patrocínio. Fazer teatro no Brasil é foda.